<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

​Crédito Pessoal Formação com TAEG a partir de 5,5% para TAN de 3,90%, consoante o prazo escolhido, Taxa Fixa, Prazo entre 24 a 120 meses. Montante a financiar entre 2.500€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista). Prazo mínimo de 12 meses e máximo de 120 meses. TAEG a partir de 5,5% até ao máximo de 14.6%.

Crédito Consolidado sem garantia hipotecária com TAEG a partir de 11,70%, TAN a partir de 9,50%, Taxa Fixa, Prazo entre 12 a 120 meses. Montante a financiar entre 5.000€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras legalmente a operar em Portugal. Prazo mínimo de reembolso de 24 Meses e Máximo de 120 meses. TAEG a partir de 2,445% até ao máximo de 14,2%.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Porque deve usar um simulador transferência crédito habitação

O crédito habitação pode, por vezes parecer algo complicado de realizar. Mas, é também um produto onde é possível pouparmos bastante dinheiro em juros e taxas agregadas. Por isto, saiba que pode ter bastantes vantagens se transferir o seu crédito. Para tal, apresentamos-lhe o simulador de transferência crédito habitação.

Apesar de nem sempre ser fácil negociar as melhores condições para este tipo de crédito, não desanime. Isso porque iremos explicar-lhe o que fazer para facilitar todo este processo.  

Simulador transferência crédito habitação: Porque o deve utilizar?  

É importante sabermos que por vezes a mudança pode trazer-nos vantagens. Por isto, deve estar atento às taxas associadas ao seu crédito habitação.

Para que possa usufruir das melhores condições existentes no mercado vamos explicar-lhe a relevância de usar o simulador de transferência do crédito habitação.  

Em primeiro lugar saiba que, se o spread associado ao seu crédito habitação for superior a 1,5% já está a perder dinheiro.  

Posteriormente, deve saber que existem por vezes campanhas, nas quais o custo associado à transferência do seu crédito habitação é 0.  

Para tal é indispensável que esteja atento às novidades e que vá realizando diversas simulações que lhe permitam averiguar se deve ou não transferir o seu crédito, qual a melhor altura para o fazer e qual a instituição financeira que lhe oferece custos mais apelativos e melhores vantagens associadas.  

Assim, para dar seguimento ao processo são várias as etapas a considerar na simulação e transferência do seu crédito habitação. Conheça-as de seguida.  

1 - Avaliar a sua situação financeira atual  

Em primeira instância deve fazer um diagnóstico da sua situação financeira. Existem bancos com taxas de spread muito aliciantes. No entanto tem de ter a certeza que tem as melhores condições principalmente no caso de o valor de transferência ser pago.  

Ou seja, todas as transferências de crédito habitação têm um custo associado. Mas, tal como dissemos, as campanhas bancárias permitem essa transferência a custo zero. Daí ser importante analisar sempre antes de dar um passo em frente.

2 - Conheça as condições atuais do seu Crédito Habitação  

Antes de optar por mudar para outro banco, deve ter em conta as condições em vigor naquele que é o seu crédito.

Com isto não falamos apenas do crédito habitação, mas também de todos os produtos associados ao mesmo, porque pode acabar por perder vantagens se, tomar uma decisão precipitada.   

3 - Custos de Transferência   

Neste passo deve analisar os custos associados à transferência do seu crédito. Como referido anteriormente, poderá ter a sorte de existir alguma campanha em vigor que lhe permita a isenção da transferência. Ou, na qual o banco fica encarregue de parte ou totalidade dos custos. Para tal deve mais uma vez efetuar simulações para perceber qual a melhor opção.   

4 - Preparar o processo  

Neste passo aconselhamos que avalie algumas questões, sendo as mais importantes:

  • A relação entre o empréstimo e a garantia que lhe dão
  • Estabilidade ou não dos seus rendimentos
  • Taxa de esforço

Vantagens de transferir o seu crédito habitação  

A maior vantagem que irá ter será o facto de poder ter um crédito com uma prestação mensal mais baixa.  

Ao integrar uma nova proposta poderá ter uma poupança verdadeiramente significativa.

Esta poderá acartar oportunidades como a associação ou até mesmo a “inibição” de outros produtos que não lhe fazem falta, como cartões de crédito, seguros de saúde, contas poupança, entre outros.  

Como posso realizar a transferência deste crédito?  

Este processo pode parecer um quebra cabeças, por isso vamos explicar-lhe como o efetuar para que a sua vida fique um pouco mais facilitada.

Não se esqueça que o mais importante é a simulação pois, apenas ela o ajudará a saber se está a tomar a decisão certa.  

Para começar terá de criar um processo sólido, que diminua os riscos para o banco, caso contrário será bastante mais complicado conseguir fazer a transferência de crédito. 

Posteriormente terá de preencher o formulário de crédito habitação e enviar toda a documentação necessária para dar início ao processo. Depois disto terá de aguardar o feedback da instituição financeira pela qual acabou por optar.  

Documentação necessária para o processo  

Tal como em qualquer processo, neste também são necessários alguns documentos para iniciar a transferência do seu crédito habitação. Tome nota de tudo o que precisa.  

  • Documento de identificação 
  • Comprovativo de morada e de IBAN 
  • Declaração de IRS 
  • Nota de Liquidação 
  • Últimos 3 recibos de vencimento e últimos 3 meses do extrato bancário 
  • Os últimos 3 meses de extratos bancários
  • Cópia da Escritura 
  • Declaração da entidade patronal
  • Mapa de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal

Mudar de banco pode significar uma grande mudança, assim como todos os processos interligados podem representar bastante trabalho.

Porque sabemos que poupar é algo importante nas nossas vidas demos-lhe algumas dicas que esperamos serem úteis. 

Agora já sabe que deve ponderar muito bem antes de tomar alguma decisão. E, nunca prescinda do uso do simulador de crédito habitação. Só assim pode comparar as suas condições atuais com as existentes em outros bancos.  

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.