<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

​Crédito Pessoal Formação com TAEG a partir de 5,5% para TAN de 3,90%, consoante o prazo escolhido, Taxa Fixa, Prazo entre 24 a 120 meses. Montante a financiar entre 2.500€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista). Prazo mínimo de 12 meses e máximo de 120 meses. TAEG a partir de 5,5% até ao máximo de 14.6%.

Crédito Consolidado sem garantia hipotecária com TAEG a partir de 11,70%, TAN a partir de 9,50%, Taxa Fixa, Prazo entre 12 a 120 meses. Montante a financiar entre 5.000€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras legalmente a operar em Portugal. Prazo mínimo de reembolso de 24 Meses e Máximo de 120 meses. TAEG a partir de 2,445% até ao máximo de 14,2%.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Quer comprar casa? Conheça 5 conselhos a ter em conta com o crédito habitação

Cada vez mais os jovens para conseguirem comprar as suas casas de sonho precisam de solicitar um crédito habitação.

No entanto, com as novas regras dos bancos e com a dificuldade de aprovação dos empréstimos, nem sempre é simples conseguir obter o tão almejado financiamento para comprar casa.

Assim sendo, hoje resolvemos ajudá-lo a perceber um pouco melhor quais os pontos que os bancos privilegiam na altura de conceder um empréstimo. Continue a ler e comece hoje mesmo a preparar-se.

Crédito habitação: O que ter em conta antes de pedir

Bem sabemos que pedir um crédito habitação não é a tarefa mais simples do mundo. Mas, com as nossas dicas irá ser muito mais simples começar a preparar-se com a devida antecedência.

Veja então de seguida algumas dicas muito interessantes.

1 – Comece a fazer um pé de meia

Pode parece algo repetitivo, contudo, se está a pensar comprar uma casa própria é importante que comece a colocar dinheiro de parte com a maior brevidade possível.

Hoje em dia os bancos não promovem financiamentos a 100%. Isto acontece essencialmente porque devido à crise financeira que assolou o país milhares de famílias adquiriam uma casa e quando os problemas financeiros apareceram, não se preocuparam muito uma vez que não tinham feito nenhum tipo de investimento.

Assim, e de modo a evitar que desfazer-se de uma casa seja algo simples e sem consequências, hoje em dia é preciso dar uma entrada que varia entre 10% e 15% do valor do imóvel.

Dessa forma o banco vê que está comprometido com o financiamento.

2 – Ter um emprego estável também é importante

Se abriu um negócio próprio ou se mudou de emprego há pouco tempo, nada melhor do que esperar um pouco antes de dar início ao processo de compra de casa.

Lembre-se que todos os seus documentos vão ser analisados, e os bancos pedem um documento da empresa onde trabalha a indicar o seu vínculo laboral, assim como o ordenado auferido.

Desse modo, se ainda não está na empresa há muito tempo, o banco irá ficar reticente em fazer-lhe um financiamento (principalmente se o contrato for a termo certo).

3 – Escolha bem a tipologia do imóvel e a localização

Bem sabemos que a maior parte das pessoas sonha em viver num apartamento grande no centro de Lisboa.

Mas vamos desde já ser realistas. Acha mesmo que tem dinheiro para comprar uma casa no centro de Lisboa? Além de os valores serem absurdamente altos, é também necessário fazer obras na maior parte dos casos.

Assim sendo, antes de chegar ao banco e dizer que quer comprar um T4 em Lisboa, faça uma análise ao valor que poderá pagar, assim como à taxa de esforço máxima que pode contrair (40%).

Adeque a tipologia do imóvel ao tamanho da sua família (contabilizando o fato de querer aumentar a família no futuro próximo) e escolha uma localização que lhe permita ter uma casa de sonho a um preço que possa pagar.

4 – Faça comparações e simulações

Esta é sem qualquer sombra de dúvida uma das melhores dicas que lhe podemos dar! Atualmente quase todos os bancos concedem um empréstimo habitação.

Assim, tem potencialmente à partida uma ampla opção de escolha. Mas, lembre-se que nem todos os bancos vão assumir o risco de lhe fazer um financiamento para comprar a casa. Por isso, nada mais importante do que falar com os bancos e fazer um pedido de simulação.

Acredite que um crédito habitação não é igual a pedir um crédito para comprar um computador. É um encargo elevado e que na maior parte dos casos dura quase uma vida.

Por isso, simule, compare e só depois faça uma escolha acertada e informada.

5 – Sempre que possível seja acompanhado por uma agência

Já alguma vez procurou casa para comprar? Acredite pode ser uma valente dor de cabeça estar constantemente à procura de casas online (ou mesmo na rua) e ligar para agendar as visitas (e perceber logo à partida que não tem budget para a adquirir).

Assim, sendo sempre que possível o nosso conselho é que procure uma agência (ou várias) agência que o possa ajudar. Desse modo tem a certeza que dá logo todas as indicações necessárias e a agência irá contactá-lo sempre que houver um imóvel disponível com as condições que deseja.

Além de tudo, as agências têm normalmente protocolos com os bancos, acabando por facilitar o processo de financiamento para um crédito habitação.

Agora já sabe 5 dicas simples que deve colocar em prática quando procurar a sua casa de sonho. Acredite que os mesmos são o ponto de partida mais básico para ser bem-sucedido na sua compra.

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.