<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

​Crédito Pessoal Formação com TAEG a partir de 5,5% para TAN de 3,90%, consoante o prazo escolhido, Taxa Fixa, Prazo entre 24 a 120 meses. Montante a financiar entre 2.500€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista). Prazo mínimo de 12 meses e máximo de 120 meses. TAEG a partir de 5,5% até ao máximo de 14.6%.

Crédito Consolidado sem garantia hipotecária com TAEG a partir de 11,70%, TAN a partir de 9,50%, Taxa Fixa, Prazo entre 12 a 120 meses. Montante a financiar entre 5.000€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras legalmente a operar em Portugal. Prazo mínimo de reembolso de 24 Meses e Máximo de 120 meses. TAEG a partir de 2,445% até ao máximo de 14,2%.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Guia prático para poupar no regresso as aulas

As férias terminaram, e saber como poupar na compra dos materiais para o regresso às aulas pode ser uma grande vantagem para todas as famílias portuguesas.

As aulas estão quase de volta, e com elas também a preocupação de muitos pais sobre quanto vão ter de gastar com o material escolar dos filhos. Mas calma, é possível poupar no regresso as aulas, desde que haja planeamento e organização prévia. E, convenhamos não é assim tão complicado como possa inicialmente parecer.

Com algumas dicas simples que lhe vamos dar de seguida pode economizar muito na hora de comprar não só o material escolar mas também roupa ou equipamentos tecnológicos complementares.

De forma a conseguir poupar ao máximo nesta época que acaba por ser de custos elevados elaboramos um guia prático para que aprenda como poupar neste início de ano letivo. 

Regresso às aulas: Dicas práticas de poupança

Setembro começa e com ele chega o tão ansiado regresso às aulas. Contudo, apesar de ser uma época de felicidade e de emoção para muitas crianças e jovens, a verdade é que pode ser bastante dispendiosos.

Apesar de os livros escolares já poderem ser obtidos de forma gratuita em muitos casos, é importante considerar que existem mais despesas. Mas, com algum jeito é possível poupar imenso dinheiro nesta época.

Não acredita? Ora continue a ler e conheça as nossas dicas.

1 - Faça um levantamento dos materiais que já tem em casa

O primeiro passo antes de partir às compras é verificar quais são os materiais que a criança já possui. Essa tarefa pode ser feita juntamente com seu filho. Façam uma limpeza dos armários e mochilas que estão espalhadas aí por casa, separando itens que poderão ser reaproveitados.

Materiais mais duráveis como estojo, lápis de cor, tesoura e mochila certamente poderão ser reutilizados. Pode ser que o seu filho não fique muito contente com isso porque queria ter todos os materiais novos. Porém veja esse momento como uma oportunidade de o ensinar a ter controlo financeiro.

2 - Faça uma lista e evite gastos desnecessários

A melhor forma de evitar gastos desnecessários é através da organização. Após determinar quais materiais serão descartados e quais poderão ser reaproveitados, deve fazer uma lista do que é necessário ser comprado.

Partir às compras sem uma lista clara e objetiva do que será adquirido poderá fazer com que acabe por comprar itens desnecessários. É preciso manter o foco e seguir o que foi planeado.

3 - Pesquise preços e faça orçamentos

Se deseja poupar no regresso às aulas, não compre todo o material de uma só vez, e numa só loja. Contrariamente ao que possa pensar é preciso ter paciência para pesquisar preços e fazer orçamentos em mais do que um estabelecimento.

De acordo com pesquisas, o preço do mesmo material escolar pode variar em até 457%. Então deixe a preguiça de lado, e procure pelos melhores preços para tudo aquilo que precisa de comprar.

4 - Fique atento às promoções

Nessa época é comum que as lojas façam saldos e ofertas de materiais escolares ou em tecnologia (como é o caso de smartphones ou computadores). Se já fez uma pesquisa prévia, será mais fácil identificar quais são as promoções realmente valem a pena.

Aproveite os saldos e poupe ainda mais na volta às aulas.

5 - Vá às compras com outros pais

Uma boa tática para se poupar no regresso às aulas é organizar um grupo com outros pais. Isso porque algumas lojas costumam oferecer melhores preços quando são realizadas compras em grandes quantidades.

Dessa forma, comprar os materiais em maior quantidade acaba por valer a pena. Essa é uma maneira simples de se economizar e ajudar outros pais a fazerem o mesmo.

6 - Converse com os seus filhos antes de comprar o material

A compra do material escolar costuma ser um momento de grande empolgação para os pequenos. Sabemos que eles simplesmente adoram os materiais que apresentam os seus personagens favoritos. Infelizmente, estes também costumam ser os mais caros.

Por isso, antes de ir às compras com o seu filho, converse e explique-lhe a necessidade de se poupar na hora da compra do material. Façam um acordo, em que ele pode escolher um item que mais deseja se ajudar a poupar em relação aos restantes. 

Assim, o momento da compra do material pode ser agradável para ambos. 

7 - Não deixe as compras para a última hora

Com a proximidade do regresso às aulas, aumenta a procura de materiais nas lojas. Se não planear as suas compras com alguma antecedência e optar por deixar as compras para a última hora estará a correr o risco de ter que pagar mais caro ou até mesmo não encontrar o que procura.

Por isso, organize-se previamente e vá adquirindo os itens do material escolar aos poucos. Dessa forma garante que encontrará o que precisa e com o melhor preço.

Conhecendo essas dicas e colocando-as em prática vai fazer com que poupar no regresso às aulas fique muito mais fácil. 

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.