<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

Crédito Pessoal Formação: Para um financiamento de 8.000€, com a TAEG de 6,2% e TAN de 4,10% o prazo de reembolso é de 36 meses ao que corresponde uma mensalidade fixa de 237,14€. MTIC: 8.748,24€ dos quais 8.000€ reembolsam o capital concedido e 748,24€ respeitam ao custo total do crédito. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista).

Crédito Consolidado: para um financiamento de 20.000€, com a TAEG de 13,1% e TAN de 11,10% o prazo de reembolso é de 84 meses ao que corresponde uma mensalidade fixa de 348,20€. Montante total imputado ao consumidor: 29,776,80€ dos quais 20.000,00€ reembolsam o capital concedido e 9.776,80€ respeitam ao custo total do crédito. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista).

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Existe alguma opção de crédito para adquirir painéis fotovoltaicos?

Os painéis fotovoltaicos são cada vez mais comuns em determinados espaços. Contudo são ainda muitas as pessoas que não fazem a mínima ideia como é que este tipo de painel funciona.

Além disso, existem também centenas de pessoas que gostariam de fazer a sua aquisição, mas têm dúvidas relativamente ao financiamento.

Assim sendo, hoje resolvemos não só explicar-lhe o que são estes painéis e como funcionam, mas também falar-lhe um pouco dos financiamentos para a sua aquisição. Ora continue a ler para perceber tudo.

Painéis fotovoltaicos: O que são e como funcionam

De forma simples e resumida, um painel fotovoltaico  é um painel utilizado para produzir energia elétrica a partir da luz solar.

O mesmo é um pouco diferente de um painel solar térmico que tem como principal intuito transformar energia solar em energia térmica (que é utilizada por exemplo para aquecimento de águas).

É contudo importante frisar que para produzir eletricidade vai precisar de mais do que um painel solar. O mesmo tem sempre de ser acompanhado de um conversor de corrente, um gerador, um quadro elétrico e (para questões de armazenamento) uma bateria.

A par de toda esta questão, é importante frisar que Portugal tem 2 regimes de produção de energia através de painéis fotovoltaicos.

E, primeiro lugar temos uma unidade de autoconsumo em que a energia produzida destina-se ao consumo próprio e o excedente pode ser vendido à rede.

Em segundo lugar temos as unidades de produção e que têm como principal objetivo vender toda a energia produzida à rede sem qualquer tipo de autoconsumo.

É ainda importante frisar que o tempo estimado de vida de um painel fotovoltaico é de mais ou menos 25 anos. A par disso é necessário um espaço de 2m2 para conseguir instalar cada painel, devendo o mesmo ter incidência direta da luz solar (sob pena de afetar a produção).

Como comprar um painel fotovoltaico

Agora que já sabe o que são e como funcionam os painéis fotovoltaicos, perceba um pouco melhor como poderá adquirir este tipo de painel.

Na verdade é muito simples e bastam somente alguns passos para fazer uma escolha acertada.

  1. Que tipo de painel vai precisar? Existem inúmeras opções e deve fazer um estudo para perceber qual se ajusta melhor às suas necessidades
  2. Analise a qualidade dos painéis solares – Poderá fazer por exemplo uma consulta a uma lista de testes oficiais que indicam o desempenho de cada tipo de painel
  3. Fazer uma consulta de testes antes de comprar e recolher o máximo de informação possível
  4. Saber qual será o rendimento real antes de proceder à compra dos painéis

Como vê, fazer a compra de um painel fotovoltaico não é assim tão complicado como possa inicialmente pensar.

Existem financiamentos para adquirir painéis fotovoltaicos?

Uma das questões mais comuns de quem quer investir em energia limpa, é saber se é possível obter um financiamento para a aquisição de todo este sistema.

Ora bem, saiba desde já que é efetivamente possível, até porque o custo deste tipo de sistemas não é propriamente baixo.

De forma prática existem duas possibilidades de financiamento.

Em primeiro lugar poderá recorrer a um crédito para energias renováveis. Embora nem todos os bancos tenham esta oferta específica, a verdade é que são cada vez mais aqueles que têm um financiamento com características especiais para quem procura tornar a sua casa mais autossustentável.

Em segundo lugar poderá optar por um crédito pessoal sem finalidade específica. Esta opção é também vantajosa uma vez que poderá pedir o dinheiro ao banco ou a uma entidade financeira sem qualquer tipo de explicação.

Como vê, é simples pedir um financiamento para a aquisição de painéis fotovoltaicos. O mais complicado será porventura escolher quais os melhores painéis para as suas necessidades.

Se precisar de ajuda na escolha do melhor financiamento para as suas necessidades, não hesite em contactar-nos!

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.