<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

​Crédito Pessoal Formação com TAEG a partir de 5,5% para TAN de 3,90%, consoante o prazo escolhido, Taxa Fixa, Prazo entre 24 a 120 meses. Montante a financiar entre 2.500€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista). Prazo mínimo de 12 meses e máximo de 120 meses. TAEG a partir de 5,5% até ao máximo de 14.6%.

Crédito Consolidado sem garantia hipotecária com TAEG a partir de 11,70%, TAN a partir de 9,50%, Taxa Fixa, Prazo entre 12 a 120 meses. Montante a financiar entre 5.000€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras legalmente a operar em Portugal. Prazo mínimo de reembolso de 24 Meses e Máximo de 120 meses. TAEG a partir de 2,445% até ao máximo de 14,2%.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

O que é uma certidão de teor? Para que precisa dela?

Quem compra uma nova casa, ouve sempre falar de inúmeros documentos que são necessários para dar seguimento à compra (ou venda). Um deles, é a certidão de teor.

Embora seja comumente designada de Certidão de teor, este documento pode ser também designado por Certidão Permanente de Registo Predial.

Mas, para que serve este documento? Para que é que precisa do mesmo? É exatamente sobre esse tema que hoje nos debruçamos.

De seguida, fique a conhecer tudo o que necessita sobre esta certidão.

Certidão de teor: O que é afinal?

De forma muito prática, podemos dizer que uma certidão de teor, não é mais do que um documento que contém todos os registos que já foram realizados para aquela habitação.

O mesmo vai descrever de forma detalhada o histórico do imóvel em termos de constituição, localização e confirma quem são os titulares do imóvel (ou seja, a quem é que o mesmo pertence).

A par disso, com esta certidão de registo, é também possível ver quais os encargos associados ao imóvel (como é o caso de penhoras, hipotecas ou usufrutos registados) e conhecer todos os registos, permitindo que a situação jurídica do imóvel seja conhecida.

De forma muito resumida, é possível dizer então que a Certidão Permanente de Registo Predial é quase um bilhete de identidade de um imóvel.

Quando é que uma certidão de teor é necessária?

De forma simplificada existem apenas três situações em que necessita deste tipo de documento:

·        Se quer comprar uma casa

·        Se quer vender uma casa

·        Se quer arrendar uma casa

Estas são as três situações, contudo, explicamo-las melhor de seguida.

1 – Em caso de compra de um imóvel

No caso de querer comprar um imóvel, é importante analisar sempre qual o histórico do mesmo de modo a verificar se a pessoa que está a vender a casa é o proprietário legal da mesma.

A par disso, antes de adquirir qualquer tipo de imóvel existe a necessidade de ver se o mesmo tem alguma hipoteca ou penhora judicial a favor de terceiros.

Acredite que muitos imóveis são vendidos desta forma e os novos proprietários veem-se a par com problemas complicados de resolver.

Além de todos estes pontos (que são essenciais) a certidão de teor iá ser solicitada pela entidade financeira que lhe conceder o crédito.

2 – Em caso de venda de um imóvel

Tal como acontece em caso de compra, no caso de querer vender um imóvel irá também necessitar desta certidão de modo a atestar que a propriedade é realmente sua.

A par disso, é importante analisar este documento para perceber se está tudo ok com o imóvel antes mesmo de o colocar à venda. Isto porque, no caso de haver problemas durante a venda, terá de ser você enquanto proprietário a suportar os custos.

Outra questão a ter em conta é que no caso de a venda ser intermediada por uma agência os mesmos necessitam deste documento para avaliar o imóvel.

3 – No caso de arrendamento de um imóvel

Em caso de arrendamento de um imóvel, saiba que necessita da certidão de teor atualizada para poder proceder à análise do contrato de arrendamento.

Agora que já sabe para que serve a certidão de teor é importante frisar que a mesma pode ser solicitada de duas formas distintas:

·        Na Conservatória do Registo Predial – e neste caso o custo é de 20€

·        No site do Registo Predial Online – e neste caso o custo é de 15€

Embora possa solicitar o mesmo de ambas as formas, a verdade é que ao solicitar o mesmo online, além de ser mais barato, o mesmo será atualizado sempre que haja qualquer alteração. Isto, sem qualquer custo para si.

Agora já sabe o que é e para que serve este documento. Por isso, em caso de necessidade, é simples perceber como analisar todos estes pontos.

 

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.