<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

Crédito Pessoal Formação: Para um financiamento de 8.000€, com a TAEG de 6,2% e TAN de 4,10% o prazo de reembolso é de 36 meses ao que corresponde uma mensalidade fixa de 237,14€. MTIC: 8.748,24€ dos quais 8.000€ reembolsam o capital concedido e 748,24€ respeitam ao custo total do crédito. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista).

Crédito Consolidado: para um financiamento de 20.000€, com a TAEG de 13,1% e TAN de 11,10% o prazo de reembolso é de 84 meses ao que corresponde uma mensalidade fixa de 348,20€. Montante total imputado ao consumidor: 29,776,80€ dos quais 20.000,00€ reembolsam o capital concedido e 9.776,80€ respeitam ao custo total do crédito. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista).

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

O que é e para que serve o testamento vital 

No artigo de hoje iremos falar-lhe de uma questão um pouco mais séria. Esta que, envolve a nossa saúde assim como as suas questões envolventes. Conhece o testamento vital? Pois, é precisamente sobre ele que iremos falar.   

Se não conhece o conceito por detrás deste termo ou apenas pretende ficar a saber mais sobre o tema em questão, este artigo é para si.   

Testamento vital: O que é?   

Como referido anteriormente hoje iremos abordar esta questão que pode ser um pouco delicada.    

Como sabemos, quando atingimos uma certa idade ou um estado de saúde menos favorável, é possível prolongá-lo artificialmente, se assim o pretender.  

Assim, saiba que se não é a favor deste procedimento, poderá evitá-lo através do já referido testamento vital ou da DAV (diretiva Antecipada de Vontade).   

Ou seja, este testamento é assim um documento no qual consta a vontade pessoal de cada um, elaborado de forma sólida e consciente sobre os cuidados de saúde que pretende receber.   

Este serve assim para caso surja alguma incapacidade que não permita o utente expressar os seus desejos, se possa saber de antemão como se deverá proceder.     

Como posso requerer um testamento vital?  

Se o conceito anteriormente explicado acabou de alguma forma por lhe despertar interesse saiba que poderá proceder à realização do mesmo sem grandes entraves. Para tal, terá em primeiro lugar que ser residente em Portugal.  

Para a mesma condição deve ser cidadão nacional ou estrangeiro, mas maior de idade. E, é essencial que não se encontre incapacitado por alguma irregularidade psíquica.   

De seguida terá de aceder ao seu número de utente, que atualmente já se encontra presente no cartão de cidadão. Este está associado ao Serviço Nacional de Saúde e caso não o tenha, terá assim de o pedir aos serviços administrativos públicos.   

Para a realização deste documento basta deslocar-se aos balcões de atendimento do registo nacional dentro do horário laboral e demostrar a sua vontade de o realizar.  

Ou, poderá ainda descarregar o modelo do documento a preencher, visto ser universal, e posteriormente entregá-lo no balcão respetivo ou enviar por correio registado.   

O serviço associado a este processo é ainda totalmente gratuito.   

Assim, apenas lhe será cobrado algum valor caso opte por entregar o documento por correio registado. Pois assim, terá de ser reconhecida tal assinatura o que pode envolver custos do mesmo reconhecimento.   

Saiba ainda que, após entregar ou enviar tais documentos terá um prazo de 10 dias para corrigir algo no testamento efetuado e enviado. Onde, caberá assim aos designados pelo serviço nacional de saúde informá-lo caso haja algum problema relacionado.   

Após o prazo referido caso não seja tomada nenhuma medida o mesmo processo será arquivado.   

Que documentos necessito?   

Outra das questões fundamentais da qual deve estar informado passa pela documentação necessária para a realização de tal processo que pode ter uma influência enorme na nossa vida.   

Apesar de por vezes estes temas parecerem um pouco complicados aqui, tem a sua situação bastante facilitada.  

Assim, terá apenas de ter consigo o seu número de utente do Sistema Nacional De Saúde. Em simultâneo terá de ter acesso ao modelo de formulário da DAV (Diretiva Antecipada de Vontade) para que a possa preencher.   

Saiba ainda que poderá entregar ou realizar o preenchimento deste documento em múltiplos balcões do Registo Nacional de Testamento Vital.   

Em Portugal Continental poderá escolher assim entre 75 balcões espalhados de norte a sul, nos açores encontram-se 9 à sua disposição e apenas 1 disponível na Madeira.   

Esperemos que este artigo tenha sido extremamente útil para si e para a sua vida futura. Contamos com o facto de se sentir agora um pouco mais informado sobre a questão abordada.    

Caso tenha alguma dúvida que gostava de ver respondida não hesite em contactar-nos. Teremos todo o gosto em poder ajudá-lo em questões relacionadas com o tema ou mesmo com outras das quais necessite uma resposta.   

Assim, saiba que estamos disponíveis diariamente para tornar a sua vida melhor. 

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.