<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Guia para juntar vários créditos. Saiba tudo o que deve analisar!

Sabia que é possível juntar vários créditos e obter uma redução no valor da prestação? Estamos a falar da consolidação de créditos.

Esta solução é muito procurada, especialmente por quem perdeu o controlo das finanças e possui muitos contratos de crédito em aberto.

O objetivo é unificar as prestações de crédito num único valor, que será menor do que o somatório de todas as parcelas.

Mas, apesar de à primeira vista parecer um excelente negócio, existem alguns fatores importantes que deve analisar.

Por isso, vamos explicar como funciona e o que considerar antes de consolidar os seus créditos.

Juntar vários créditos: Conheça as vantagens e desvantagens da consolidação

Em termos simples, através da consolidação é possível juntar vários créditos em aberto num único, unificando assim todas as prestações.

A solução permite uma redução de 60% até 70%, criando uma interessante folga no orçamento familiar.

Esta redução no valor da prestação é possível graças à dilatação do prazo do contrato.

Ou seja, irá pagar uma prestação menor, porém, por mais tempo.  Pode parecer uma operação simples e de facto, não é uma proposta complexa de se entender.

Contudo, é preciso olhar para além do valor da parcela unificada, analisando também o prazo, tarifas e juros, para que não crie prejuízo.

De seguida explicamos os principais pontos positivos e negativos de consolidar de créditos.

1 – Permite organizar a vida financeira

Geralmente, quem considera juntar vários créditos, está com um sério problema financeiro nas mãos.

É o caso de muitas pessoas que contratam muitos empréstimos e acabam por ter dificuldades de os pagar.

A consolidação certamente ajuda a organizar melhor as finanças familiares. Isto porque terá de lidar somente com uma prestação, uma taxa de juros e um banco para negociar.

2 – É sinónimo de poupança

Esta é com certeza a principal vantagem da consolidação, a poupança.

Quem adere à solução pode ter uma redução de até 60% no valor das prestações. Assim, é possível obter uma folga no orçamento e até criar uma poupança mensal.

Portanto, é um recurso interessante para quem precisa reduzir os encargos mensais e quer economizar para criar uma reserva de emergência, por exemplo.

3 – Dilatação dos prazos

O crédito consolidado é uma operação de reestruturação da dívida.

Dessa forma, para que a prestação seja reduzida, é preciso estender o prazo total da dívida. É o que chamamos de dilatação.

Em alguns casos, o aumento do prazo pode ser positivo. Isto porque possibilita mais tempo para pagar créditos que antes tinham prazos mais apertados, além de poder contar com menores taxas de juros.

4 – Limitação no acesso

Aqui entramos nas desvantagens de juntar créditos e a primeira está relacionada com a limitação no acesso.

Quem está em situação de incumprimento dificilmente conseguirá obter a consolidação. O que geralmente é o caso de quem possui muitas prestações de empréstimos.

5 – Aumento do prazo da dívida

A dilatação do prazo pode funcionar como vantagem e desvantagem.

Conforme dito, um prazo maior também significa mais tempo para se organizar e pagar os contratos de crédito.

Em contrapartida, também estará comprometido durante mais tempo com a entidade financeira.

Pesando os pontos positivos e negativos, podemos considerar a consolidação como uma solução interessante.

Especialmente para aqueles que possuem maiores riscos de entrar em incumprimento, criando um problema ainda maior.

Se este é o seu caso, pense com cuidado, pois juntar vários créditos pode ser a melhor alternativa para não acabar endividado.

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.