<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

​Crédito Pessoal Formação com TAEG a partir de 5,5% para TAN de 3,90%, consoante o prazo escolhido, Taxa Fixa, Prazo entre 24 a 120 meses. Montante a financiar entre 2.500€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista). Prazo mínimo de 12 meses e máximo de 120 meses. TAEG a partir de 5,5% até ao máximo de 14.6%.

Crédito Consolidado sem garantia hipotecária com TAEG a partir de 11,70%, TAN a partir de 9,50%, Taxa Fixa, Prazo entre 12 a 120 meses. Montante a financiar entre 5.000€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras legalmente a operar em Portugal. Prazo mínimo de reembolso de 24 Meses e Máximo de 120 meses. TAEG a partir de 2,445% até ao máximo de 14,2%.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Dicas de primeiros socorros - O que não deve nunca fazer

8 dicas de primeiros socorros – Porque pode salvar uma vida com as mesmas

Saber o que fazer no caso de cortes, sangramentos ou mesmo diversos tipos de ataques, pode ajudar a evitar uma ida ao hospital. Hoje damos-lhe algumas dicas simples que pode implementar.

1 – Não lave feridas com água oxigenada

Contrariamente ao que posso pensar, a verdade é que a água oxigenada destrói as células do tecido e faz com que uma ferida demore mais tempo a cicatrizar.

O mesmo acontece com o álcool e o iodo que queimam as células vivas e podem causar um choque doloroso e queimaduras ao entrar em contacto com a pele.

Desta forma, se quer que a mesma sare mais depressa, deve lavar a mesma com água limpa (quente ou fria) e aplicar uma pomada com antibiótico por cima.

Não coloque nada a tapar a mesma, pois irá atrasar o tempo de cicatrização.

2 – Nunca faça massagens cardíacas se não o souber fazer

Muitas pessoas ao verem alguém ter um ataque cardíaco, optam por tentar fazer uma manobra de massagens respiratória.

Contudo, tenha em conta que é extremamente simples partir as costelas durante uma massagem cardíaca, e desta forma pode causar danos aos pulmões ou coração.

Assim sendo, no caso de não ter experiência, apenas deve fazer a mesma como último recurso e apenas se a pessoa já estiver sem pulsação e se não houver ninguém certificado nas proximidades.

Lembre-se de contactar imediatamente o 112 antes de executar esta manobra.

3 – Não coloque a cabeça para trás em caso de sangramento

Quem nunca sangrou do nariz e colocou a cabeça para trás de forma a estancar o mesmo? Pois bem, saiba que isso é um erro pois pode levar a que haja um aumento da pressão sanguínea na cabeça.

Deve manter a cabeça erguida de forma a baixar a pressão arterial, e aplicar algo frio no nariz. Depois com o indicador e o polegar tape as narinas de forma alternada durante 15 minutos.

No caso de o sangramento persistir chame uma ambulância, principalmente se o sangramento for devido a uma lesão ou impacto forte.

4 – Nunca tire ninguém de um carro acidentado

A verdade é que embora possa ser a primeira coisa que alguém faz ao ver um acidente, saiba que a principal causa de morte nestes casos deve-se a uma lesão no pescoço ou na coluna vertebral.

Qualquer movimento pode levar a que a pessoa acidentada morra ou fique com condicionamentos para o resto da vida.

As únicas alturas em que o deve fazer é no caso de ter a certeza que o carro pode cair por uma ribanceira abaixo ou saber que o mesmo irá explodir devido à perda de gasolina.

Em todos os outros casos, mantenha-se perto da pessoa enquanto ajuda experiente se desloca para o local do acidente.

5 – Não tome medicamente para vomitar em caso de intoxicação

Os medicamentos para provocar o vómito podem facilmente queimar o esófago e deixar o vómito preso entre os pulmões.

Se suspeitar de envenenamento ou de intoxicação grave, chame o 112, descreva os sintomas e qual a possível fonte de intoxicação.

Nunca recorra á internet para perceber o que é que se passa. Deixe que pessoas experientes o ajudem.

6 – Evite fazer torniquetes para estancar hemorragias

A verdade é que fazer um torniquete de forma incorreta vai fazer com que o mesmo não pare o sangramento e ainda pressione as extremidades.

Desta forma, ao interromper a circulação de sangue nos membros, poderá provocar uma necrose dos tecidos (o que em casos extremos pode levar à amputação do membro).

7 – Não coloque nenhuma colher na boca durante uma convulsão

Contrariamente ao que pensa, a verdade é que não se deve nunca colocar nenhum tipo de objeto na boca de alguém que está a ter convulsões, pois a pessoa pode acabar por sufocar.

Normalmente estes ataques acabam sozinhos, mas é importante chamar o médico e ter a certeza que a pessoa está a respirar durante o ataque e que não bate com a cabeça no chão (este é o verdadeiro problema das convulsões).

Além disso, vire-lhe sempre a cabeça de lado, pois ajuda a que a convulsão pare.

8 – Não sugue o veneno de uma picada de inseto

A verdade é que o veneno misturado com a saliva é ainda mais perigoso do que o veneno da picada.

Ao sugar o mesmo, irá estar a criar outra fonte de infeção que se irá alastrar mais rapidamente, podendo mesmo provocar edema pulmonar e paragem cardíaca.

Se a mordida for num membro, opte por se colocar na horizontal de forma a que a mesma fique abaixo do coração.

Tente também descrever ao máximo o que aconteceu ao 112, beber muita água e manter-se imóvel e sem grandes movimentos.

Estas são apenas 8 dicas de primeiros socorros mas que podem ajudar a salvar a vida de alguém. Siga-as em caso de necessidade e partilhe as mesmas com outras pessoas. 

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.