<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

​Crédito Pessoal Formação com TAEG a partir de 5,5% para TAN de 3,90%, consoante o prazo escolhido, Taxa Fixa, Prazo entre 24 a 120 meses. Montante a financiar entre 2.500€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista). Prazo mínimo de 12 meses e máximo de 120 meses. TAEG a partir de 5,5% até ao máximo de 14.6%.

Crédito Consolidado sem garantia hipotecária com TAEG a partir de 11,70%, TAN a partir de 9,50%, Taxa Fixa, Prazo entre 12 a 120 meses. Montante a financiar entre 5.000€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras legalmente a operar em Portugal. Prazo mínimo de reembolso de 24 Meses e Máximo de 120 meses. TAEG a partir de 2,445% até ao máximo de 14,2%.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Quais os cuidados a ter com financeiras de crédito

Contratar os serviços de financeiras de crédito pode ser uma excelente opção para ajudar em caso de necessidade, ou mesmo no desenvolvimento do seu negócio próprio. Porém é preciso ter alguns cuidados. 

As financeiras de crédito são empresas do setor financeiro que oferecem empréstimos e outras oportunidades de crédito para ajudar as pessoas a alcançarem os seus objetivos ou suprimirem as suas necessidades.

Porém, é preciso ter em mente que essa prática requer uma série de cuidados, essencialmente para evitar problemas futuros. Além disso, ter cuidado vai ajudá-lo a obter o financiamento mais adequado às suas necessidades.

Ao solicitar um crédito é necessário ir mais além do que simplesmente avaliar o montante do capital solicitado e os juros. Na verdade é preciso também ter alguns cuidados com as entidades financeiras.

Mas quais cuidados são esses? Conheça-os de seguida.

Financeiras de crédito: quais os principais cuidados a ter em conta

Tratar de dinheiro é sempre um assunto muito sério e na hora de pedir um crédito é muito importante ter alguns cuidados.

Alguns deles já devem ser sempre tidos em conta para, por exemplo, não comprometer a maior parte do seu ordenado com o pagamento das prestações. Além disso é também preciso ter cuidado com as ofertas enganosas.

Mas também existem alguns cuidados que são muito importantes de se ter com as próprias financeiras de crédito.

Separamos então os cuidados que definitivamente não pode deixar de ter.

1 - Consulte os dados e a reputação da financeira

Antes de contratar qualquer tipo de crédito é muito importante verificar os dados da empresa, principalmente as reclamações e avaliações.

Na grande maioria das vezes esses dados são encontrados online nos sites oficiais de órgãos que fiscalizam o setor. 

Essa prática parece banal, mas pode ajudar a não ter problemas ou ser enganado.

2 - Não pague nada antes de finalizado o contrato

Se a financeira de crédito está a solicitar algum tipo de parcela adiantada ou taxas de avaliação ou aprovação para lhe fornecer o crédito, saiba que isso é provavelmente uma fraude!

As empresas não podem exigir nenhum tipo de pagamento adiantado, apenas depois do contrato ser devidamente assinado.

3 – Leia sempre o contrato!

Falando em contrato, este também deve ser alvo de um leitura muito cuidada em qualquer operação que fizer, principalmente se houver dinheiro envolvido. É preciso ler e avaliar o contrato com um cuidado redobrado, verificando se todos os pontos discutidos estão ali e se não existe nenhum tipo de “informação escondida” que possa dar algum tipo de prejuízo futuro.

Essa leitura adicional vai-lhe permitir perceber se está a contratar algum tipo de serviço adicional.

Se possível, leve esse contrato para um advogado ou especializado poder dar um parecer legal.

4 - Avalie o Montante Total Imputado ao Cliente e faça simulações

Antes de fechar com alguma das financeiras de crédito é muito importante fazer simulações com os valores e prazos do empréstimo que pretende contratar. Faça comparações com outras instituições financeiras e escolha a opção que melhor se adequa ao seu bolso.

Nesse ponto, avaliar a taxa de juros é indispensável, justamente para evitar pagar valores “extras” abusivos. Além disso, é preciso também avaliar o MTIC da transação proposta.

O MTIC é um valor que abrange os encargos, tributos, taxas e outras despesas relacionadas ao crédito. Esse é um dado importante a ser avaliado que nem todos acabam por ter em consideração na hora de assinar o contrato.

O MTIC, Montante Total Imputado ao Cliente é somente o valor total que irá ser pago pelo cliente relativamente ao montante emprestado.

Se prestar atenção a estes pontos e evitar contratar empréstimos muito além do seu orçamento, é possível escolher as melhores opções entre as financeiras de crédito e assim garantir os diversos benefícios que essa prática pode trazer para si ou para o seu negócio!

Se precisar de ajuda nesse sentido, não hesite em contactar que teremos todo o gosto em ajudar.

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.