<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

​Crédito Pessoal Formação com TAEG a partir de 5,5% para TAN de 3,90%, consoante o prazo escolhido, Taxa Fixa, Prazo entre 24 a 120 meses. Montante a financiar entre 2.500€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista). Prazo mínimo de 12 meses e máximo de 120 meses. TAEG a partir de 5,5% até ao máximo de 14.6%.

Crédito Consolidado sem garantia hipotecária com TAEG a partir de 11,70%, TAN a partir de 9,50%, Taxa Fixa, Prazo entre 12 a 120 meses. Montante a financiar entre 5.000€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras legalmente a operar em Portugal. Prazo mínimo de reembolso de 24 Meses e Máximo de 120 meses. TAEG a partir de 2,445% até ao máximo de 14,2%.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Credito rápido urgente: será uma boa opção?

Por mais que tenhamos uma vida financeira controlada, imprevistos acontecem, e nessas situações obter um credito rápido urgente pode ser a solução.

A necessidade do reparo de um carro, ou até mesmo uma hospitalização urgente são casos que levam à necessidade de conseguir dinheiro de forma muito mais rápida. 

Os empréstimos pessoais tradicionais exigem maior burocracia e rigidez para a sua aprovação, o que não ocorre com o crédito rápido. Essa modalidade de empréstimo pode ser aprovada e o dinheiro fica disponível na sua conta num prazo que pode durar até 58 horas.

Apesar de ser mais vantajoso em relação ao prazo de disponibilização, existem alguns pontos importantes a serem observados antes de solicitar um crédito rápido.

E, hoje resolvemos falar-lhe exatamente sobre isso.

Crédito rápido urgente: Os pontos que deve ter em consideração

Um crédito rápido e urgente é muito mais simples de ser aprovado uma vez que o processo burocrático é facilitado.

No entanto, esta facilidade acaba por ter um preço. Por norma, as taxas de juro associadas a este tipo de financiamento, são bastante mais altas que as ditas normais.

Isso acontece essencialmente porque as entidades financeiras precisam de se salvaguardar para o caso de o contribuite deixar de pagar as suas dívidas.

Mas, se está a pensar contratar um crédito urgente ou se algum dia necessitar, tenha as seguintes questões em conta.

1 - Valor de crédito aprovado

Se a sua necessidade exige adquirir um valor substancial em dinheiro, o crédito rápido pode não ser a melhor opção.

Neste tipo de empréstimo os valores aprovados costumam variar de 500€ a 3.000€.  Isso ocorre, pois com a menor rigidez para aprovação do crédito, aumenta-se o risco para o banco ou financeira em relação ao crédito mal parado.

Assim, o crédito rápido é mais aconselhado para situações que não necessitem de uma quantia em dinheiro muito alta.

2 - Prazo para pagamento

O crédito rápido pode ser classificado como um empréstimo de curto prazo, isso quer dizer que o número de prestações não é feito de forma extensa.

Os prazos para sua quitação podem variar, geralmente, de 6 a 36 meses, enquanto que em alguns casos de empréstimos pessoais tradicionais, este prazo pode chegar a até 10 anos.

Dessa forma, é preciso avaliar se seu orçamento comporta a parcela de um crédito rápido, evitando o risco de adquirir mais um problema ao invés da solução que tanto necessita.

3 - Taxas de juros

A agilidade e facilidade ao se adquirir um crédito rápido urgente tem o seu preço, e ele é cobrado na taxa de juros.

A taxa de juros de um crédito rápido é mais alta do que a de outras modalidades de empréstimo, como o tradicional pessoal, por exemplo.

Esse aumento é uma forma de compensação aos bancos e financeiras que assumem maior risco ao aprovar crédito sem uma análise prévia muito rigorosa no perfil do cliente.

Por esse motivo, é importante avaliar bem a situação e a necessidade. Além disso, deve verificar se assumir um empréstimo com taxa de juros mais alta é vantajoso. Ou seja, será que precisa mesmo de um credito rapido urgente? A sua vida depende disso?

Além disso, considere que a maior facilidade na aprovação do crédito também pode ser uma tentação para solicitar mais dinheiro do que aquele que realmente precisa.

O ideal é solicitar somente o necessário, e pesquisar entre bancos e financeiras qual oferece a melhor taxa de juros, mesmo que o prazo para aprovação seja um pouco maior.

4 - Cuidados importantes na hora de solicitar crédito rápido urgente

Qualquer tipo de empréstimo como origem a supressão de uma necessidade, e é essa necessidade o que determina qual o melhor tipo empréstimo a solicitar.

No caso do crédito rápido, a necessidade é originada por uma situação urgente e imprevista, o que pode levar a atitudes precipitadas por parte do solicitante.

Muitas vezes, a pressa de se conseguir dinheiro rápido, pode lhe tornar uma presa de pessoas ou instituições mal intencionadas. Estas se aproveitam do momento de dificuldade, para tentar conseguir dinheiro, exigindo pagamentos antecipados.

Em hipótese alguma pague um empréstimo antes que ele seja aprovado, ou sequer para que a solicitação seja analisada.

Pagamentos antecipados não são garantia de que o seu crédito será liberado com mais rapidez. Muito pelo contrário, desconfie desse tipo de exigência.

Ter cautela é essencial para não cair em nenhum tipo de fraude e acabar tendo mais prejuízos financeiros. Faça uma pesquisa minuciosa da instituição onde pretende solicitar o empréstimo, e também simulações para se certificar que não estará pagando taxas de juros abusivos.

O crédito rápido urgente pode ser uma ótima solução num momento de dificuldade financeira, desde que analisados cuidadosamente antes de solicitado. Deve-se ponderar as vantagens e pontos negativos desse tipo de crédito, a fim de manter o controle de seu orçamento.

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.