<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

Crédito Pessoal Formação: Para um financiamento de 8.000€, com a TAEG de 6,2% e TAN de 4,10% o prazo de reembolso é de 36 meses ao que corresponde uma mensalidade fixa de 237,14€. MTIC: 8.748,24€ dos quais 8.000€ reembolsam o capital concedido e 748,24€ respeitam ao custo total do crédito. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista).

Crédito Consolidado: para um financiamento de 20.000€, com a TAEG de 13,1% e TAN de 11,10% o prazo de reembolso é de 84 meses ao que corresponde uma mensalidade fixa de 348,20€. Montante total imputado ao consumidor: 29,776,80€ dos quais 20.000,00€ reembolsam o capital concedido e 9.776,80€ respeitam ao custo total do crédito. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista).

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Crédito habitação quanto posso pedir para comprar casa? 

Crédito habitação quanto posso pedir para comprar casa?  

Na nossa vida, chegamos a uma dada altura em que ambicionamos a nossa independência. Com ela acresce, neste caso, a questão de adquirirmos uma casa própria (que na maior parte das vezes tem de ser com recurso a um crédito habitação) 

Adquirir uma casa própria não é, por vezes, uma situação que esteja muito facilitada. E, a situação piora se não tivermos certas condições financeiras para tal. Mas mesmo assim, não se preocupe, porque estamos aqui para o ajudar.   

Neste artigo vamos lhe explicar como pode fazer para pedir um crédito habitação, quais as melhores opções e quanto as instituições se disponibilizam a financiar. Desta forma vai ser mais simples iniciar a sua independência e vida pessoal de forma informada.  

Crédito habitação: Como funciona?   

Em primeiro lugar é importante referir que é perfeitamente normal recorrer a este tipo de empréstimo. Isso porque são muito raras as pessoas que conseguem pagar uma casa a pronto pagamento.   

Assim acabamos então por fazer o pedido de um crédito habitação.  

Mas afinal o que é isto? Um crédito habitação é então um produto bancário, que proporciona um empréstimo para comprar casa. Este tem os contratos de crédito mais baixos do mercado, visto ter associado uma garantia de ativo real.   

O crédito habitação permite ainda alargar bastante o prazo de pagamento. Isso, por sua vez, vai traduzir-se em prestações reduzidas se as compararmos com outro tipo de créditos. 

Fases para realização do crédito habitação   

Antes de comprar casa e escolher qual o melhor banco para si, é importante ter algumas considerações. Conheça-as de seguida.  

1 - Faça uma pesquisa  

Inicialmente lembre-se que é bastante importante perceber o que necessita realmente e quais as opções que tem em aberto.    

2 - Estude as opções   

Depois de realizar este estudo e ter comparado todas as opções relativamente a valores e consecutivamente instituições bancárias a recorrer estará definitivamente pronto para fazer uma escolha.   

3 - Tome uma decisão   

Nesta fase terá já em mente qual a opção eleita, seja ela o resultado de uma intensa pesquisa, simulações online, um conselho de um amigo ou a sugestão do seu mediador.  

Recorde-se que esta etapa é bastante importante, por isso não se precipite. Faça uma escolha ponderada e que se adeque às suas verdadeiras necessidades.  

4 - Reunião Inicial  

Aqui poderá iniciar o seu pedido de crédito através de uma reunião presencial, onde irá explicar detalhadamente quais os seus objetivos e necessidades 

Posteriormente irão ser-lhe dadas informações sobre os produtos, soluções e as condições financeiras que a instituição escolhida tem para lhe oferecer.   

5 - Estudo da decisão  

A instituição de que escolheu irá então analisar a sua capacidade financeira, verificar as suas responsabilidades de crédito, a sua situação profissional e se possui realmente todas as condições necessárias para o financiamento.   

Se tudo estiver de acordo com os requisitos do banco, irá passar para a próxima fase do processo.  

6 - Aprovação e Gestão do processo  

É nesta fase que se realizam alguns procedimentos relevantes para a concretização do processo. É feita a avaliação do imóvel (averiguação de requisitos necessários e do valor real do imóvel no mercado) e são ainda feitas algumas verificações legais como do Registo Predial.   

7 - Preparação do CPCV (Contrato de Promessa de Compra e Venda) 

Aqui será feita a verificação de todos os elementos do financiamento e onde são assinados os documentos necessários para a escritura do imóvel.   

8 - Realização da Escritura  

Todos os intervenientes na compra e venda do imóvel e do Crédito Habitação devem estar presentes no Cartório Notarial ou na Conservatória do Registo Predial 

Só assim é possível proceder à assinatura da Escritura de Compra da sua nova casa.   

Crédito habitação quanto posso pedir para comprar uma casa? 

Existem então duas possibilidades, que dependem de um fator, se o crédito que pretende é para uma habitação da banca ou não. Vamos então explicar-lhe como funciona esta questão.   

1 - Imóveis de banca 

Normalmente os bancos fazem um empréstimo de 100% do valor. Imaginando que a habitação em questão vale 100 000 euros.  

Esta vai a leilão, na qual a conseguiu por 100 950 euros. Futuramente terá então de pagar à entidade bancária os 950 euros, estando então o banco encarregue do financiamento do restante valor.   

2 - Habitação própria permanente 

Neste caso a entidade financeira, na melhor das hipóteses irá financiar no máximo 90% do valor da habitação.  

Nas habitações próprias é feito um estudo do seu histórico para perceber realmente qual a percentagem a ser assegurada pelo banco para que este garanta uma certa segurança.   

Esperemos que este artigo lhe tenha sido útil e que brevemente possa vir a utilizar as dicas e informações que lhe fornecemos.  

Não se esqueça que é muito importante tomar uma decisão ponderada, procurando obter toda a informação possível para que possa alcançar o resultado esperado e se possível pagar o mínimo.  

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.