<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

​Crédito Pessoal Formação com TAEG a partir de 5,5% para TAN de 3,90%, consoante o prazo escolhido, Taxa Fixa, Prazo entre 24 a 120 meses. Montante a financiar entre 2.500€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista). Prazo mínimo de 12 meses e máximo de 120 meses. TAEG a partir de 5,5% até ao máximo de 14.6%.

Crédito Consolidado sem garantia hipotecária com TAEG a partir de 11,70%, TAN a partir de 9,50%, Taxa Fixa, Prazo entre 12 a 120 meses. Montante a financiar entre 5.000€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras legalmente a operar em Portugal. Prazo mínimo de reembolso de 24 Meses e Máximo de 120 meses. TAEG a partir de 2,445% até ao máximo de 14,2%.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Como poupar no uso do ar condicionado

Use o ar condicionado e poupe dinheiro – Conheça as nossas dicas

Usar o ar condicionado é comum tanto em casas particulares como em empresas. Mas, a fatura normalmente não ajuda muito.

Assim sendo, damos-lhe algumas dicas que o vão ajudar a manter a temperatura amena sem precisar de gastar uma fortuna.

1 – Tenha em conta o estado do equipamento

Contrariamente ao que possa pensar, a manutenção do ar condiciona é bastante importante. Se cuidar como deve ser dos filtros do mesmo vai fazer com que o ar condicionado não precise de fazer tanto esforço para manter a temperatura indicada, o que diminuí o consumo de forma bastante drástica.

2 – Faça uma correta programação da temperatura e das horas de utilização

O ideal para poupar no ar condicionado é utilizá-lo apenas quando o calor ou o frio for realmente insuportável.

Desta forma, deve mantê-lo em modo noturno ou até desligado durante noite, salvo algumas exceções ou alguns dias mais complicados a nível de temperatura.

A temperatura deve também ser apenas 5ºC inferior ou superior há exterior, de modo a evitar dores de cabeça e diferenças excessivas de temperatura (principalmente se anda dentro e fora de casa). Além disso, vai conseguir gastar menos energia.

3 – Evite as entradas de ar

Se conseguir impedir que grande parte do ar entre na sua casa durante o dia, pode vir a deixar de precisar de utilizar com tanta frequência do ar condicionado. Esta é uma boa forma de poupar no ar condicionado, pois deixa de o usar com tanta frequência.

Para evitar a entrada de ar quente no verão, feche as janelas, baixe os estores e faça os possíveis para o sol não espreitar para dentro de sua casa.

Quando estiver no inverno tenha as janelas fechadas, mas os estores aberto, pois vai permitir que os pequenos raios de sol mantenham uma temperatura mais amena dentro de casa.

4 – Tenha em conta a eficiência energética

Se está a ponderar comprar um aparelho de ar condicionado novo, tenha em conta a eficiência energética como fator preferencial na altura da sua aquisição.

Alguns aparelhos mais eficientes podem ser um pouco mais caros, mas estes vão ajudá-lo a poupar no ar condicionado sem ter que fazer nada. Isto acontece porque não precisam de consumir tanta energia para manterem a temperatura da sua casa ideal.

5 – Evite a produção de calor no verão

Se pretende utilizar o ar condicionado para arrefecer a sua casa no verão, deve evitar usar o forno e outros eletrodomésticos que produzam muito calor, pois isto fará com que o aparelho tenha de fazer um esforço maior para reduzir a temperatura em sua casa.  

Pode até ser boa ideia trocar as lâmpadas que usa por umas com um menor consumo que produzam menos calor – o ar condicionado e a carteira agradecem.

6 – Use uma ventoinha no verão

Por último se o ar condicionado da sua casa consome muito e está a ser demasiado dispendioso, pode optar por utilizar uma ventoinha.

Esta é uma ótima solução já que vai consumir menos energia enquanto o ajuda a lutar contra o calor que se faz sentir em pleno verão.

Para o inverno opte por acender a lareira ou ligar um aquecedor a gás. Sabemos que as bilhas podem não ser muito em conta mas duram quase o inverno todo o que irá fazer com que efetivamente poupe algum dinheiro.

Agora que já sabe 6 dicas para poupar no ar condicionado, coloque as mesmas em prática e diminua a sua fatura de eletricidade.

Se precisar de algum apoio ou conselho, não hesite em contactar-nos pois estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento adicional. 

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.