<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

​Crédito Pessoal Formação com TAEG a partir de 5,5% para TAN de 3,90%, consoante o prazo escolhido, Taxa Fixa, Prazo entre 24 a 120 meses. Montante a financiar entre 2.500€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista). Prazo mínimo de 12 meses e máximo de 120 meses. TAEG a partir de 5,5% até ao máximo de 14.6%.

Crédito Consolidado sem garantia hipotecária com TAEG a partir de 11,70%, TAN a partir de 9,50%, Taxa Fixa, Prazo entre 12 a 120 meses. Montante a financiar entre 5.000€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras legalmente a operar em Portugal. Prazo mínimo de reembolso de 24 Meses e Máximo de 120 meses. TAEG a partir de 2,445% até ao máximo de 14,2%.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Como fazer pagamentos à segurança social

A verdade é que os Trabalhadores Independentes e as pessoas abrangidas pelo Seguro Social Voluntário são responsáveis pelo pagamento das contribuições por si devidas à Segurança Social. Assim sendo, o pagamento destas contribuições pode ser realizado:

·        Nas Caixas Multibanco;

·        Nas Tesourarias dos serviços da Segurança Social;

·        Via Homebanking;

·        Por Débito Direto, no serviço Segurança Social Direta.

 Contudo, é importante ter em conta que o pagamento destas contribuições é mensal, e o mesmo deve ser realizado de acordo com os seguintes prazos:

·        Trabalhadores Independentes – O pagamento realiza-se até ao dia 20 do mês seguinte àquele a que as contribuições dizem respeito. No entanto, o pagamento fora do prazo constitui uma contraordenação leve nos 30 dias seguintes ao termo do prazo e grave nas demais situações.

·        Seguro Social Voluntário – Neste caso, o pagamento deve também ser realizado até ao dia 20 do mês seguinte àquele a que as contribuições dizem respeito.
O pagamento fora do prazo leva a que deixe de estar enquadrado no Seguro Social Voluntário, salvo nas situações em que o pagamento é retomado antes de decorrer 1 ano desde o último pagamento.

É ainda importante ter em conta que se o último dia de pagamento coincidir com um sábado, domingo ou feriado, o mesmo poderá ser efetuado no dia útil seguinte.

Como fazer o pagamento nos respetivos locais?

Pois bem, tal como dissemos anteriormente, o pagamento à Segurança Social pode ser realizado de 4 formas distintas.

Conheça de seguida ao pormenor como fazer esses pagamentos.

1.1 – Pagamento à Segurança Social pelo Multibanco

Quando se trata do pagamento pelo multibanco, existem duas alternativas: pagamento com referência multibanco e sem referência.

Explicamos-lhe as duas de seguida.

1.1.1 – Sem referência

·        Passo 1 – Início da operação - Introduzir o cartão Multibanco e digitar o código pessoal.

·        Passo 2 - Selecionar a opção "Pagamentos e Outros Serviços".

·        Passo 3 - Selecionar a opção "Estado e Setor Público".

·        Passo 4 - Selecionar a opção "Pagamentos à Segurança Social".

·        Passo 5 - Selecionar o pagamento pretendido, conforme se trate de:
- Trabalhador Independente.
- Seguro Social Voluntário.

·        Passo 6 - Introduzir o Número de Identificação da Segurança Social (NISS); Preencher os dados solicitados no ecrã até concluir o pagamento.

·        Passo 7 – Final da operação - Conserve o talão/recibo emitido pela caixa multibanco como prova do pagamento das contribuições, incluindo para efeitos fiscais.

1.1.2 – Com referência multibanco

É importante ter em conta que esta referência é obtida através da Segurança Social Direta. Esta opção é valida apenas para Trabalhador Independente e Seguro Social Voluntário.

Passo 1 – Início da operação - Introduzir o cartão Multibanco e digitar o código pessoal.

Passo 2 - Selecionar a opção "Pagamentos e Outros Serviços".

Passo 3 - Selecionar a opção "Pagamentos de Serviços/Compras".

Passo 4 - Preencher os dados solicitados no ecrã até concluir o pagamento (entidade, referência e montante). Confirmar na tecla verde. 

Passo 5 – Final da operação - Conserve o talão/recibo emitido pela caixa multibanco como prova do pagamento das contribuições, incluindo para efeitos fiscais.

NOTA: Se não ainda recebeu da Segurança Social os elementos necessários para pagamento das contribuições por Multibanco, pode obter todos os esclarecimentos necessários, através da Linha Segurança Social, 300 502 502, dias úteis das 9h00 às 17h00.

1.2 – Pagamento nas Tesourarias

Quando se trata do pagamento direto da Segurança Social nas tesourarias, o mesmo pode ser realizado de três formas distintas:

·        Em dinheiro – até ao limite de €150;

·        Por cheque visado, cheque bancário ou cheque emitido pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública – IGCP, EPE – sem limite de valor;

·        Através do terminal de pagamento automático (TPA) – sem limite de valor.

1.3 – Pagamento pelo homebanking

Cada vez mais o homebanking faz parte da nossa vida, contudo, como nem todos os bancos funcionam exatamente da mesma forma, a tabela seguinte (retirada diretamente do site da Segurança Social) demonstra quais os passos a seguir para realizar o pagamento online das suas contribuições.

Instituição Bancária

Internet - Pagamento Contribuições

CGD

Caixa Direta online: Transferências e Pagamentos\Estado e Setor Público\Segurança Social\Opções: Trabalhadores Independentes; Trabalhadores do Serviço Doméstico; Seguro Social Voluntário

MILLENIUM BCP

Portal de Particulares: Pagamentos\Estado\Segurança Social\Opções: Trabalhadores Independentes; Trabalhadores do Serviço Doméstico; Seguro Social Voluntário

BPI

BPI net particulares: Contas à Ordem\Pagamentos\Pagar

SANTANDER TOTTA

NET Particulares: Pagamentos\Pagamentos à Segurança Social por entidades Patronais ou Pagamento à Segurança Social\Opções: Trabalhadores Independentes; Trabalhadores do Serviço Doméstico; Seguro Social Voluntário

NOVO BANCO

Nbnetwork Particulares: Quotidiano\Pagamentos\Segurança Social

CCCAM

Crédito Agrícola On-line: Pagamentos\Estado e Setor Público\Pagamentos à Segurança Social

MONTEPIO

Pagamentos\Estado e Setor Público\Pagamentos Seg. Social: Opções: Trab.Independente;Seguro Social Voluntário

BANIF

Homebanking Particulares BBVA net -Outros Pagamentos\ Pagamentos Segurança Social

BBVA

Homebanking Particulares -Outros Pagamentos\Operações

BANKINTER

BK Empresas: Pagamentos\Pagamentos Segurança Social Opções: Trab. Independentes; Trabalhadores do Serviço Doméstico; Seguro Social Voluntário

BANCO BEST

Gestão Diária\Pagamentos e Carregamentos\ Segurança Social

CAM LEIRIA

Homebanking - Pagamentos\Estado e Setor Público\Segurança Social\Opções: Trab. Independentes/Serviço Doméstico/Seguro Social Voluntário

CAM OLIVEIRA DE AZEMEIS

Crédito Agrícola On-line: Pagamentos\Estado e Setor Público\Pagamento à Segurança Social

CAM PINHAL

Crédito Agrícola On-line: Pagamentos\Estado e Setor Público\Pagamentos à Segurança Social

CAM VILA FRANCA XIRA

Crédito Agrícola On-line: Pagamentos\Estado e Setor Público\Pagamentos à Segurança Social

CAM BOMBARRAL

ccambonline: Pagamentos\Seg. Social Ent. Pat\Pagamento DUC

1.4 – Pagamento por débito direto

A adesão do pagamento de contribuições por Débito Direto é efetuada obrigatoriamente através do serviço Segurança Social Direta, através da celebração de contrato de adesão e do preenchimento da Autorização de Débito em Conta (ADC).

 Para celebrar o seu contrato de adesão de autorização para o Débito Direto deve:

·        Aceder à Segurança Social Direta;

·        Indicar o Número de Identificação de Segurança Social (NISS) e a palavra-chave ou aceder com o Cartão de Cidadão;

·        No menu "pedidos", em "efetuar pedidos/ adesão".

Como vê, realizar os pagamentos à Segurança Social não é algo assim tão complicado como possa à primeira vista parecer.

Realize os mesmos sempre de forma atempada de modo a evitar coimas e pagamento de juros de mora. 

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.