<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

Crédito Pessoal Formação: Para um financiamento de 8.000€, com a TAEG de 6,2% e TAN de 4,10% o prazo de reembolso é de 36 meses ao que corresponde uma mensalidade fixa de 237,14€. MTIC: 8.748,24€ dos quais 8.000€ reembolsam o capital concedido e 748,24€ respeitam ao custo total do crédito. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista).

Crédito Consolidado: para um financiamento de 20.000€, com a TAEG de 13,1% e TAN de 11,10% o prazo de reembolso é de 84 meses ao que corresponde uma mensalidade fixa de 348,20€. Montante total imputado ao consumidor: 29,776,80€ dos quais 20.000,00€ reembolsam o capital concedido e 9.776,80€ respeitam ao custo total do crédito. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista).

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Como fazer o pedido de crédito online

O início do ano geralmente é marcado por muitas contas a pagar e pouco dinheiro para cumprir com todas as obrigações. É muito comum perder o controlo das finanças com as compras de fim de ano, porém, não deve iniciar o ano com pendências. E para isso não acontecer aconselhamos o pedido de crédito online.

Para retomar o controlo do orçamento e não começar o ano no vermelho, um empréstimo pode ser a melhor solução. Uma forma prática de conseguir o dinheiro que faz falta é através do pedido de crédito via online.

Apesar da praticidade, é preciso estar atento a alguns aspetos importantes antes de pedir empréstimo pela internet. No artigo de hoje vai saber quais os principais cuidados que deve ter ao solicitar um crédito por este meio.

Pedido de crédito online: Conheça dicas sobre como solicitar de forma segura

Se se enrolou nas contas e o orçamento não será suficiente para pagar as dívidas é importante pensar em soluções, uma delas pode ser um empréstimo.

A maneira mais prática para conseguir esse dinheiro é fazer um pedido de crédito online. A principal vantagem deste tipo de empréstimo é a agilidade, uma vez que o retorno em relação à aprovação é mais rápido, e nem precisa de sair de casa.

Além disso, a operação acontece de forma transparente. Todas as informações referentes ao empréstimo e as condições estão disponíveis no próprio site da instituição.

Mesmo com todas as vantagens, é preciso estar atento a alguns fatores, como:

Segurança do site

Antes de fazer o seu pedido, verifique se o site possui certificado de segurança, mesmo que esteja a aceder à página de um banco reconhecido.

Existem páginas falsas que se fazem passar por instituições idóneas para dar golpes aos consumidores.

Confira os dados da credora

Se o seu pedido de crédito vai ser feito através de uma credora, então é preciso conferir os dados da empresa antes de contratar o empréstimo.

Verifique no site do Banco de Portugal se a mesma possui autorização e está regular para atuar como financeira.

Não pague valores adiantados ou desnecessários

Caso lhe seja solicitado o adiantamento de valores, para que o crédito seja cedido, não aceite, pois é uma prática ilegal.

Todos os pagamentos devem ser feitos após a contratação do empréstimo.

Confirme as parcerias

Para as empresas online independentes, que necessitam de ter um banco parceiro para conceder o empréstimo, é preciso verificar junto a esses bancos se são mesmo seus representantes.

Verifique sempre o contrato

A empresa deve fornecer o contrato, sendo de responsabilidade do consumidor ler o documento atentamente.

Confira se todas as condições oferecidas e se os valores das parcelas estão de acordo com o que foi solicitado.

Analise o valor da parcela

Verifique se o valor da parcela não irá comprometer mais do que 30% do seu orçamento.

É preciso se certificar de que o pedido de crédito online será uma solução e não um peso maior para o seu bolso.

Esteja atento ao MTIC – Montante Total Imputado ao Consumidor

Este é o custo total do empréstimo solicitado, somando os valores acordados, os juros e os encargos, e deve ser apresentado com clareza ao contratante. Essa informação vai ajudá-lo a comparar propostas a fim de encontrar a mais vantajosa para si.

Se já seguiu todas estas recomendações, e está seguro em fazer o pedido, basta preencher a solicitação no próprio site da instituição. Muitas, inclusive, informam de imediato se o pedido foi ou não aprovado.

Após, deverá enviar os documentos e assinar o contrato digitalmente, para que os valores sejam depositados na sua conta.

Considere fazer o pedido de crédito online e comece o ano de 2021 livre de dívidas!

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.