<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

Crédito Pessoal Formação: Para um financiamento de 8.000€, com a TAEG de 6,2% e TAN de 4,10% o prazo de reembolso é de 36 meses ao que corresponde uma mensalidade fixa de 237,14€. MTIC: 8.748,24€ dos quais 8.000€ reembolsam o capital concedido e 748,24€ respeitam ao custo total do crédito. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista).

Crédito Consolidado: para um financiamento de 20.000€, com a TAEG de 13,1% e TAN de 11,10% o prazo de reembolso é de 84 meses ao que corresponde uma mensalidade fixa de 348,20€. Montante total imputado ao consumidor: 29,776,80€ dos quais 20.000,00€ reembolsam o capital concedido e 9.776,80€ respeitam ao custo total do crédito. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista).

Taxa Máxima Anual Aplicável 15,6%. Prazo mínimo de reembolso 12 meses e máximo de 84 meses.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

6 dicas para gerir o seu negócio de maneira produtiva

O empreendedorismo é uma aposta cada vez mais popular entre aqueles que desejam ter autonomia e independência financeira. Mas, infelizmente, nem todos conseguem ter êxito no mundo dos negócios.

Muitas vezes o principal problema é do próprio empreendedor, que não sabe fazer uma gestão eficaz e produtiva. Por este motivo acaba por ser ultrapassado pela concorrência.

Para não cometer erros que podem ser fatais para a sua empresa, continue a leitura. Temos 6 dicas de gestão para que o seu projeto seja forte e cresça sempre rumo ao sucesso!

Negócio: Conheça 6 segredos para uma boa gestão

Pode ter uma ótima ideia para iniciar um projeto, mas se não souber conduzir o negócio de forma adequada dificilmente irá sobreviver num mercado tão competitivo.

Por este motivo, é preciso trabalhar uma gestão eficaz, de forma a obter uma visão geral sobre a sua empresa. Deve focar-se na produtividade e implementação de medidas para a sustentabilidade do investimento.

A seguir vai conhecer 6 dicas cruciais para qualquer gestor ser capaz de alavancar e manter um projeto de sucesso.

1 - Acompanhar o mercado

Um dos principais desafios é superar a concorrência que irá encontrar no mercado. Por isso, para que possa garantir uma posição segura no setor em que atua, deve estar sempre a par dos concorrentes e também do público.

Se pretende lançar uma nova ideia no mercado, precisa de fazer uma análise sobre o que a audiência pensa sobre isso. Deve perceber se será bem recebida, o que precisa de ser ajustado, entre outros.

Também deve compreender as movimentações da concorrência no mercado. Desta forma toma ações mais assertivas sobre o que pode ser modificado para que a ideia seja implantada com sucesso e supere os concorrentes.

2 ­- Gestão da inovação

Conhecendo melhor o funcionamento do mercado e concorrência no seu setor, é preciso criar uma espécie de gestão da inovação. Ou seja, qual será o diferencial do seu negócio.

Lembre-se que a inovação deve ser constantemente exercida, pois, novos produtos e mercados surgem diariamente.

É preciso deixar claro ao seu público que o seu produto ou serviço possui mais benefícios. Assim, a sua empresa possui mais poder de competitividade.

3 - Traçar novas metas e objetivos

Se se acomodar, o seu negócio não irá crescer. Por isso, estabelecer novas metas e objetivos é uma ferramenta de gestão empresarial que deve ser colocada em prática.

Sem isso, nenhum projeto é capaz de crescer, desenvolver ou até mesmo se manter no mercado.

Para alcançar objetivos maiores, crie metas menores que podem ser concretizadas mais facilmente. Se caminhar aos poucos poderá alcançar o reconhecimento que pretende para a sua empresa.

4 - Análise e gestão de resultados

É preciso compreender exatamente o que acontece dentro da sua empresa. Somente através do controlo e análise de resultados é possível perceber o que está a resultar, e quais processos precisam de ser modificados.

Por isso, periodicamente, faça um mapa com todos os resultados obtidos, tanto positivos como negativos. É a partir dos erros que se desenvolvem novas estratégias para garantir acertos sucessivos.

5 - Gestão estratégica das finanças

O controlo financeiro também é algo crucial para a manutenção de qualquer negócio, e vai refletir-se diretamente nos seus resultados.

Imagine que não sabe qual é o custo de produção do seu produto ou serviço, como vai precificá-lo? Ou saber qual será a sua margem de lucro?

Portanto, para ser capaz de determinar se está a faturar ou a ter prejuízos, é preciso implementar uma gestão estratégica de custos.  

6 - Habilidades de negociação

Habilidades de negociação significa saber lidar com conflitos dentro e fora da empresa, bem como dominar os processos com fornecedores e clientes.

É preciso procurar soluções que visam satisfazer todos os envolvidos em cada processo de produção, logística e venda do seu produto ou serviço. Para isso, a comunicação é a principal chave.

Portanto, para sustentar o seu negócio e ser capaz de superar a concorrência, deve sempre aplicar estas dicas na sua rotina de gestão empresarial. Trabalhe com dedicação e alcance o sucesso!

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.