<[HEADING] class="logo-text">O crédito direito ao assunto
MENU
Ver Mais

​Crédito Pessoal Formação com TAEG a partir de 5,5% para TAN de 3,90%, consoante o prazo escolhido, Taxa Fixa, Prazo entre 24 a 120 meses. Montante a financiar entre 2.500€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras a operar legalmente em Portugal (ver lista). Prazo mínimo de 12 meses e máximo de 120 meses. TAEG a partir de 5,5% até ao máximo de 14.6%.

Crédito Consolidado sem garantia hipotecária com TAEG a partir de 11,70%, TAN a partir de 9,50%, Taxa Fixa, Prazo entre 12 a 120 meses. Montante a financiar entre 5.000€ a 75.000€. Crédito sujeito a aprovação de Instituições Bancárias e Financeiras legalmente a operar em Portugal. Prazo mínimo de reembolso de 24 Meses e Máximo de 120 meses. TAEG a partir de 2,445% até ao máximo de 14,2%.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

10 dicas para poupar no casamento

Sim, é possível poupar no casamento – Conheça 10 dicas

Todas as mulheres sonham com um casamento de princesa. Contudo, ter um dia de sonho não precisa estoirar com todo o seu orçamento familiar.

Desta forma, apresentamos-lhe de seguida algumas dicas que podem fazer uma grande diferença na sua carteira.

1 – Tenha um orçamento

Antes de começar a planear o seu grande dia, é importante que faça uma planificação de quanto é que quer gastar, preferencialmente separando o valor por todas as rúbricas associadas ao grande dia.

É bem verdade que a maior parte das pessoas não olha a despesas quando se trata de planear o casamento, no entanto isso é um erro bastante grave, que pode trazer gastos avultados, bastante desnecessários (sendo este um dos motivos pelos quais as pessoas colocam a sua saúde financeira em risco e não conseguem poupar no casamento).

Ao fazer o orçamento, tenha a certeza que o consegue cumprir (preferencialmente deixe um valor extra como margem de manobra para o caso de algo se descontrolar um pouco).

2 – Esqueça a parte de enviar convites a meio mundo

São muitas as pessoas que na prática têm uma família enorme, mas que na prática só se dão com meia dúzia de familiares, mas resolvem no dia do casamento convidar toda a genye (só para não parecer mal). A verdade, é que se quer poupar no casamento não existe um motivo para estar a convidar toda a família.

Alguns familiares podem levar a mal essa questão, no entanto, é simples de eles perceberem o motivo pelo qual não foram convidados.

Tenha sempre em conta que cada pessoa que convida a mais, é meio caminho andado para ultrapassar o orçamento em larga escala (especialmente porque dependendo o valor por cabeça pode facilmente ascender aos 100€).

3 – Não tenha pressa

Assim que o pedido de casamento é feito as pessoas querem casar logo e começar nesse mesmo dia a marcar quintas e dizer a toda a gente.

No entanto, se organizar tudo com calma, vai ver que consegue arranjar preços bastante económicos para diversos aspetos (que vão desde a quinta aos convites) conseguindo desta forma poupar no casamento (e garantimos que as poupanças são mesmo muito avultadas).

É importante também ter em conta, que os casamentos realizados durante o verão, são sempre muito mais caros do que aqueles que são realizados no outono ou mesmo no inverno (é fácil perceber o motivo – já que toda a gente quer casar em pleno verão, com um dia lindo de sol).

4 – Precisa mesmo de um bolo de 5 andares?

Outros dos aspetos em que pode facilmente poupar no casamento é o bolo. Por norma, no final da noite sobra sempre imenso bolo, pois as pessoas já estão fartas de comida já que muito provavelmente passaram o dia inteiro a comer ou petiscar.

Assim sendo, em vez de comprar um bolo de 5 andares, todo decorado com flores ou cristais, opte por um bolo mais pequeno e com uma decoração mais simples, vai ver que o valor é drasticamente mais baixo (lembre-se que muitas pessoas chegam a gastar mais de 1000€ só no bolo).

Se conhecer alguém que trabalhe como cake designer pode facilmente pedir para essa pessoa fazer o seu bolo de casamento.

Temos a certeza que lhe fará uma atenção no valor do mesmo.  

5 – Sim, sabemos que o vestido é importante

Para os noivos um dos aspetos mais importantes relativamente ao dia do casamento é sem qualquer sombra de dúvida o fato e o vestido da noiva. No entanto, existem diversos locais onde pode comprar vestidos lindos a preços bastante mais em conta.

Pondere seriamente se vale a pena gastar 2.000€ ou 2.500€ num vestido que apenas vai utilizar uma vez na vida (sim, sabemos que é o dia mais importante da sua vida, mas… continua a ser apenas um dia).

Existem opções por menos de 500€ que são tão ou mais bonitas. O importante é que se sinta bem e confortável dentro do mesmo.

E lembre-se, ao poupar no vestido, pode gastar dinheiro noutras coisas que são mais importantes (como é o caso das alianças que vai ter de utilizar diariamente).

6 – Ponha as mãos há obra

Se há algo que os noivos podem fazer de forma a poupar no casamento é tratar dos convites. Como é óbvio a impressão é algo que terá de ser realizada numa gráfica de qualidade, mas se for você a desenhar os mesmos e a montá-los, vai ver que os gastos diminuem drasticamente.

Além de tudo, existem dezenas de tutoriais online que lhe explicam de forma simples e prática como fazer os tão desejados convites de casamento (e alguns são bem mais giros do que aqueles que manda fazer num designer).

7 – Os familiares e amigos podem ajudá-lo

Se tem algum familiar ou amigo que se disponibilizou para o ajudar nos preparativos ou até mesmo na confeção de alguns pratos para a receção em casa dos noivos, não tem mal nenhum em aceitar essa ajuda.

Dessa forma poupa dinheiro na mão de obra e tem a certeza que tudo irá ficar bem feito (tenha é a certeza que quem cozinha tem realmente jeito para tal).

8 – Compare os preços dos vários serviços

Uma das melhores formas de poupar no casamento é sem dúvida comparar os preços praticados por diversas quintas, empresas de catering, cabeleireiros, animação…

Ao comparar preços tem como saber quais os preços médios praticados pelas entidades, e assim consegue negociar melhor os valores (e escolher o que tenha uma melhor relação qualidade vs. preço).

Embora seja o seu dia de sonho, lembre-se que não tem de gastar uma pequena fortuna para que o dia seja perfeito.

9 – Faça o copo de água num restaurante ou numa quinta low cost

Cada vez mais as pessoas optam por fazer o copo de água num restaurante pois fica bastante mais em conta (embora saibamos que não é de todo a principal escolha dos noivos).

No entanto, existem também diversas quintas low cost em que os valores por pessoa também não são muito elevados (como é óbvio terá em muitos casos de abdicar do bufftet de doces, salgados e mariscos).

Outra questão que irá fazer com que consiga poupar dinheiro no casamento, é o copo de água durar apenas até à meia noite, pois embora a maior parte das pessoas não saiba, as quintas cobram um valor à hora depois da meia noite (sendo que esse valor pode facilmente ascender aos 100€ ou 200€ à hora).

Pode ser chato quebrar a festa tão cedo, mas é pelo bem da sua carteira.

10 – Evite o bar aberto

Sabe sempre bem ir bebendo diferentes bebidas ao longo do dia, no entanto, ter um bar aberto durante todo o dia pode aumentar de forma drástica o valor do seu casamento.

Assim sendo, tenha apenas a versão do bar aberto para a receção e para depois do almoço, desta forma irá poupar um bom dinheiro no seu casamento.

Muitas pessoas dizem que uma das coisas em que pode poupar num casamento é no fotografo, no entanto, do nosso ponto de vista esse é um dos pontos em que deve investir seriamente, uma vez que todas as suas recordações vão ser registadas por ele, e ao contratar um profissional sabe que tudo vai estar bem feito e que vai ter fotografias lindas para recordar o momento.

Muitas pessoas poupam realmente no fotografo e arrependem-se seriamente de o fazer já que as fotografias ficam péssimas.

Agora que já sabe como poupar no casamento, está na altura de começar seriamente a tomar notar e fazer contas à vida para que um único dia não arruíne completamente o seu orçamento familiar.  

Perguntas Frequentes

Todas as respostas às suas dúvidas sobre o crédito Credistar.

Sejá nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.